Espaço 5419

Proteção contra descargas atmosféricas em estruturas com telhas de concreto protendido

*por Hélio Eiji Sueta As telhas de concreto protendido são telhas utilizadas para cobrir grandes vãos. Estas telhas, algumas vezes chamadas de telhas “W”, possuem cabos de aço em toda a sua extensão tracionados para manter a sua robustez mecânica. A ABNT NBR 5419: 2015 cita o concreto protendido em dois pontos na sua parte 3. Uma vez no item 5.3.5, quando trata de componentes naturais para o subsistema de descida, em uma nota que diz: “No caso de concreto…

Deixo ou tiro o SPDA?

*por Normando Virgillio Borges Alves Esta situação já aconteceu comigo diversas vezes e também com outros profissionais que me ligam com frequência para pedir a minha opinião sobre o assunto, assim, decidi escrever este artigo. Este é um caso atípico, pois a grande maioria das instalações que vistorio não atende a nenhuma das normas anteriores e também não existe nenhum tipo de documentação, o que já configura motivo para fazer um novo projeto. Vamos imaginar uma situação. Você está fazendo…

Sistemas fotovoltaicos – Quando instalar DPS classe I

*por José Barbosa A luz da ABNT NBR 5419:2015, devemos instalar Dispositivos de Proteção contra Surtos (DPS) para reduzir o risco de incêndio, choque por tensão de passo e toque e dano nos sistemas internos – equipamentos ligados à energia ou sinal. No caso dos sistemas fotovoltaicos, principalmente aqueles em instalações residenciais e comerciais, a utilização dos DPS envolve todo esse escopo citado. O incêndio e o choque por tensão de passo e toque são os mais importantes por envolver…

A carga específica de incêndio e a análise de risco conforme a ABNT NBR 5419-2:2015

*por Hélio Eiji Sueta Um dos parâmetros que mais influencia a análise de risco conforme a ABNT NBR 5419- 2: 2015 é o “Fator de redução rf em função de risco de incêndio ou explosão na estrutura” obtido na Tabela C.5 da parte 2 da norma. Este fator varia desde “0” quando não se tem risco de explosão nem de incêndio e vai até “1” para risco de explosão para “zonas 0, 20 e explosivos sólidos”; passando por “10-3” para…

Erros recorrentes na instalação e projetos de um Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (SPDA)

*por José Barbosa Regularmente, encontro erros recorrentes  nas  instalações  e  projetos  de  Sistema  de Proteção contra Descargas Atmosféricas (SPDA) que passam por avaliação. Esses comprometem o resultado da proteção e podem ser facilmente evitados. A seguir, são relacionados alguns deles e apresentadas propostas de solução. O caso ilustrado na figura 1 é um clássico quando o assunto é erro em instalação de SPDA. Nela, vemos um captor tipo Franklin, suportado por um tubo metálico que está conectado eletricamente a ele….

Assuntos não contemplados na NBR 5419/2015

Apesar de a norma NBR 5419 de 2005 ter pulado de 42 páginas para quase 400 em 2015, isso não garante que o assunto de PDA tenha sido esgotado; pelo contrário,  a cada cinco anos, aproximadamente, as normas deverão ser revisadas e corrigidos eventuais erros ou incorporadas novas práticas de engenharia reconhecidas internacionalmente. Gostaria de lembrar uma frase: “Toda solução gera um novo problema”, e isso na engenharia é muito comum. Você resolve um problema e logo em seguida aparecem…

Uso de telhas feitas com ligas metálicas como sistema de captores naturais – Parte 2

*por Hélio Eiji Sueta Para os diferentes tipos de amostras foram aplicados impulsos de 100kA, 150kA e 200kA. Nestas aplicações, foram registrados e calculados o valor de pico da corrente (kA), a carga (C), a Energia (kJ/Ω) e o estado da amostra (deformou ou perfurou). Após os testes, as amostras de Nº 7 (Galvalume); 18 (Liga IEE); 24 (Alumínio); 31 (Zinco 0,5mm) e 40 (Zinco 0,65mm) foram analisadas no LCT – Laboratório de Caracterização Tecnológica da Escola Politécnica da USP…

Uso de telhas feitas com ligas metálicas como sistema de captores naturais – Parte 1

Por Dr. Hélio Eiji Sueta* As coberturas metálicas podem ser utilizadas como parte integrante do subsistema de captores de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA). Para isto, devem obedecer aos requisitos descritos na ABNT NBR 5419-3: 2015, principalmente os descritos na Tabela 3, que fornece as espessuras mínimas de chapas metálicas em sistemas de captação. Como a tabela da norma relaciona apenas as espessuras para chumbo, aço (inoxidável, galvanizado), titânio, cobre, alumínio e zinco, no caso de telhas…

A proteção contra descargas atmosféricas em áreas explosivas

por José Barbosa* A descarga atmosférica pode causar muitas perdas por sua capacidade de gerar centelhamento, que poderá resultar em incêndio e explosão. É relativamente comum a ocorrência de incêndio quando uma descarga atmosférica atinge diretamente uma estrutura ou uma linha metálica. Esses incêndios podem causar perdas, inclusive, de vida humana, mas se pode evitar com a atuação de um sistema de combate a incêndio adequado. Mas, quando nossa estrutura é composta  por  uma área explosiva, classificada, não temos a…

PDA e os síndicos

por Normando V. B. Alves* Os síndicos dos condomínios respondem legalmente por qualquer evento  que  ocorra  dentro  dos limites da  edificação,  assim  como   se  fosse um gerente de um estabelecimento comercial. Sei que    alguns deles nem recebem remuneração por essa atividade, mas  isso  em   nada reduz sua responsabilidade perante o poder público. Normalmente, os síndicos são assessorados por  comissões de  obras ou    manutenção    que    visam    aliviar a  carga  e  distribuir   as  tarefas  para que o empreendimento funcione corretamente. É…