Artigos técnicos

19 fev: Gerenciamento de risco

As empresas que operam no setor de energia elétrica, em atividades como geração, transmissão, operações e distribuição, assumem diferentes atitudes em relação aos seus inúmeros riscos. Algumas mantém sistemas modernos de gerenciamento de riscos e outros limitam-se a tratar de um ou outro seguro que julgam suficiente e pertinente para proteger suas operações. Na realidade, a atividade em si, incluindo todas as formas de riscos, necessariamente, devem ser tratadas por cada empresa de forma profissional, principalmente nas condições atuais deste…

19 fev: A conveniência do cálculo da perda de valor econômico

A perda de valor econômico, L41, é um importante indicador dos efeitos de uma descarga atmosférica direta ou indireta em uma edificação e deve ser calculado pelo projetista da Proteção contra Descargas Atmosféricas (PDA), junto com os responsáveis pelo empreendimento. Embora seu cálculo não seja necessário para obtenção do risco tolerável (RT)2, como no caso dos cálculos de L1, L2 e L3, as informações que ele fornece podem ser fundamentais para justificar economicamente os investimentos necessários para reduzir a vulnerabilidade…

19 fev: Prós e contras dos métodos laboratoriais versus realizados em campo de coleta de dados para a análise de descargas parciais em sistemas de média tensão

Nas últimas décadas, muitas pesquisas foram realizadas para investigar o fenômeno das descargas parciais (DP) em sistemas de média tensão. A coleta do estudo abaixo foi embasada no estudo realizado pelo Instituto de Tecnologia da Georgia (Georgia Tech). Estes estudos são extremamente significativos, pois mostram como os ensaios de descarga parciais (DP) podem ser aplicados na intenção de descobrir e, às vezes, localizar certos tipos de defeitos dentro desses sistemas. Curiosamente, os estudos realizados utilizando o método de descargas parciais…

16 fev: Cabos para transmissão de energia

Um inventário da história dos materiais e formas de cabos aéreos para LTs Resumo Os cabos condutores aéreos usados em linhas de transmissão têm evoluído nos últimos 130 anos, tanto no que diz respeito aos materiais, quanto às formas. Os materiais condutores evoluíram do cobre para o alumínio, por motivação de preço, devido à abundancia do metal na crosta terrestre. Os materiais mecanicamente resistentes evoluíram do cobre para o aço e, mais recentemente, para nanomateriais em cerâmicas e polímeros. Os…

19 jan: O futuro é elétrico e verde

A inauguração da Usina Hidrelétrica de Itaipu em 1984 (apenas 34 anos atrás) possibilitou uma oferta generosa de eletricidade para o Brasil. Os críticos da época chegaram, inclusive, a considerar esta obra desnecessária, uma vez que não acreditavam ser possível o país consumir tamanho volume de energia elétrica. O cenário da eletricidade nesta época era o de um “bem” abundante. No entanto, a consequência de todo “bem” abundante é ser de baixo custo e, como tudo que é barato, dispensa…

19 jan: Existem dezenas de motivos para não se usar normas técnicas e centenas de motivos para usá-las

O título parece assustador, mas a ideia é exatamente essa: impressionar os usuários para despertar seu senso crítico. Na minha vida profissional de 35 anos, tenho visto e ouvido as desculpas mais esfarrapadas para que as normas não sejam aplicadas. Via de regra, são usados argumentos fracos, mas na verdade estes argumentos escondem outros interesses que, na maioria dos casos, são, na verdade, financeiros. Quando se trata da instalação do eletrodo de aterramento não natural, a desculpa é instantânea: “Não…

19 jan: Brasil aumenta o preço da energia: o impacto sobre os data centers

Os baixos níveis dos reservatórios, as chuvas abaixo da média e a necessidade de acionar termoelétricas vão levar o governo brasileiro a aumentar o preço da energia. No início de outubro, as hidrelétricas do Sudeste/Centro-Oeste, por exemplo, tinham só 19,54% de sua capacidade; as do Nordeste, 7,22%. A situação é tal que se estuda, inclusive, aumentar a importação de energia de países vizinhos como Argentina e Uruguai. Essa realidade tem forte impacto sobre indústrias petroquímicas, de aço, de alumínio e,…

19 jan: Queda de tensão na partida de motores em sistemas industriais

O afundamento de tensão nas partidas de motores de indução trifásicos sempre foi um problema para indústrias e distribuidoras. Provavelmente, o efeito de partida de motores mais amplamente conhecido e estudado é a queda de tensão experimentada por um sistema elétrico industrial como resultado da partida de grandes motores. Durante a partida, os motores elétricos solicitam da rede de alimentação uma corrente de valor elevado, da ordem de seis a dez vezes a sua corrente nominal. Nestas condições, o circuito,…

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico