Artigos técnicos

15 dez: É possível montar um mapa de condutividade do solo (resistividade do solo) para o Brasil?

Um parâmetro muito importante que aparece em várias normas brasileiras, em especial na ABNT NBR 5419: 2015, é a resistividade do solo. A obtenção deste parâmetro, em muitos casos, é difícil, uma vez que são necessárias algumas medições de resistividade do solo, analisar os valores obtidos e fazer uma estratificação do solo em camadas, o que pode ser uma árdua tarefa (se for feita à mão) e, mesmo utilizando um software, requer muito cuidado no tratamento dos dados para se…

15 dez: Tutorial Variações de tensão de curta duração – Parte 3

Exemplo de aplicação – Agregação de eventos  A Tabela 1 apresenta o registro de vários eventos individuais obtidos para um determinado ponto de monitoração, em um período de 30 dias consecutivos, culminando em um total de 33 eventos. Tabela 1 – Registro de eventos individuais de VTCD em um determinado ponto de monitoração Como pode ser observado na Tabela 1, os 33 eventos individuais, após as devidas agregações, resultaram em um total de apenas 11 eventos agregados a serem efetivamente…

14 dez: Inspeção de postes de madeira

Desenvolvimento de equipamento de ultrassom para inspeção em redes aéreas de distribuição As distribuidoras do Grupo CPFL Energia possuem, atualmente, cerca de 1,3 milhões de postes de madeira. Apesar da crescente substituição dos postes de madeira por concreto, a grande demanda das equipes de campo e a localização dos postes de madeira em regiões rurais e de difícil acesso, em sua grande maioria, demonstram que a substituição completa não ocorrerá no curto prazo. Considerando a estimativa de vida útil do…

24 nov: Interfaces isolantes

Para proteger as instalações elétricas e seus equipamentos eletroeletrônicos, a norma ABNT NBR 5419:2015 – Proteção contra Descargas Atmosféricas apresenta as Medidas de Proteção contra Surtos (MPS). Uma destas medidas é a utilização de interfaces isolantes, que serão apresentadas neste artigo. Interfaces isolantes são dispositivos capazes de reduzir, não eliminam completamente, os surtos conduzidos através de condutores elétricos que passam de uma Zona de Proteção contra Raios (ZPR) ¹ para outra. Por minimizar os efeitos dos surtos nas linhas que…

24 nov: Variações de tensão de curta duração – Parte II

Agregação de eventos de VTCD A quantificação dos índices de severidade dos pontos de monitoração, associada à ocorrência de VTCDs (a exemplo do Fator de Impacto), nem sempre pode ser realizada pela simples caracterização de eventos individuais. Em termos práticos, diferentes interpretações podem ser obtidas visando a caracterização de um determinado evento individual. Nesse sentido, o presente tópico apresenta os fundamentos básicos, assim como exemplos de aplicação nos quais diferentes registros de VTCD devem ser agregados antes de se proceder…

23 nov: Painel móvel de proteção para linhas de transmissão

Instalação tem o objetivo de facilitar a manutenção e garantir confiabilidade e segurança para o sistema elétrico Com o passar dos anos, houve um aumento significativo no carregamento das subestações de transmissão e distribuição de energia elétrica, mas em vários casos não houve uma “modernização” destas subestações, principalmente, no quesito de proteção e controle. Existem subestações que possuem relés de proteção de décadas passadas e que ainda estão em funcionamento como relés eletromecânicos e eletrônicos, observados nas Figuras 1 e…

20 out: Para a ABNT NBR 5419:2015, o que há na ponta do captor não faz a mínima diferença, sendo metálico

O elemento captor de um Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (SPDA) é tido como o mais emblemático dos componentes. Muitas vezes é considerado também o mais importante. Essa fama dos elementos captores leva muitos projetistas e instaladores a desenvolverem e instalarem proteções que não irão garantir a proteção devida e nem atendem às exigências da ABNT NBR 5419:2015. A supervalorização dos captores pode retirar o foco da dependência do SPDA dos demais subsistemas: descidas, aterramento e equipotencialização. Receber a…

20 out: Tutorial – Variações de tensão de curta duração – Parte 1

Introdução  O Módulo 8 dos Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional (Prodist) [1], em sua oitava revisão, apresenta aspectos específicos associados com a caracterização dos eventos de variação de tensão de curta duração (VTCD). Nesse sentido, o item 8.2.2 do módulo 8 do Prodist estabelece, de forma clara e objetiva, os equacionamentos para caracterização de um evento individual de VTCD. Ao mesmo tempo, o item 9.1.11 estabelece a necessidade de agregação de eventos simultâneos e/ou consecutivos…

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico