Artigos técnicos

04 ago: A divisão da estrutura em zonas ZS para a análise de risco, segundo a parte 2 da ABNT NBR 5419: 2015

A análise de risco, conforme a parte 2 da ABNT NBR 5419:2015, é uma tarefa bastante trabalhosa se feita manualmente, ou seja, sem o auxílio de um software adequado, ficando ainda mais trabalhosa se a estrutura for dividida em zonas ZS. Então, por que a divisão por zonas? Em quantas zonas devo dividir minha estrutura? Estas zonas são as mesmas que as Zonas de Proteção contra Raios (ZPR) citadas principalmente nas partes 1 e 4 da norma? Quando eu considero…

21 jun: Pontos de desvio em um projeto ou instalação de uma PDA

Edição 124 – Maio de 2016 Espaço 5419 Por José Barbosa*   Um bom projeto e uma boa instalação da Proteção contra Descargas Atmosféricas (PDA) passa necessariamente por atender a todas as exigências mínimas da ABNT NBR 5419:2015. Há os requisitos de destaque na norma, como as medidas dos módulos da malha de captação, as distâncias entre os condutores de descidas e a quantidade de eletrodo de aterramento. Porém, há pontos importantes que podem passar despercebidos em um projeto ou…

21 jun: Cálculo do índice de aproveitamento de terrenos para subestações de até 138 kV

Edição 124 – Maio de 2016 Aula prática: Subestações Por Angela Gomes da Rocha*   O objeto desse estudo são os terrenos das subestações da Copel Distribuição S.A., porém, o método pode ser aplicado em outras concessionárias de distribuição de energia, que são avaliadas no processo de revisão tarifária, estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e em consonância com a resolução n° 640, denominado Proret, obedecendo ao Manual de Controle Patrimonial do Setor Elétrico (MCPSE).   Atualizado em…

21 jun: Condicionamento de energia

Edição 124 – Maio de 2016 Dicas de instalação: Condicionamento Por Fábio Silveira* O projeto de Sistemas UPS (sigla em inglês para Uninterruptible Power Supply) é um assunto consideravelmente complexo e amplo. Neste artigo vamos falar de algumas das principais considerações. Atualizado em 7 de junho de 2021 por Simone Vaiser

21 jun: PPPs em iluminação pública

Edição 124 – Maio de 2016 Por Luciano Hass Rosito Com o amadurecimento das Parcerias público-privadas (PPPs), de uma maneira geral, a criação da CIP e COSIP em diversos municípios, a transferência dos ativos de iluminação pública e a necessidade de prestação de um serviço de iluminação pública de qualidade, nos últimos três anos, criou-se um ambiente favorável ao desenvolvimento destes projetos de PPPs no segmento de iluminação pública. Diversas MIPs (Manifestação de interesse da iniciativa privada) e PMIs (Procedimento…

18 maio: Divisão da corrente entre o sistema de aterramento e as partes metálicas/linhas conectadas à estrutura, conforme Anexo E da ABNT NBR 5419-1

Edição 123 – Abril de 2016 Espaço 5419 Por José Claudio de Oliveira e Silva*   Neste artigo, será discutido o item E.2 da ABNT NBR 5419-1, particularmente, o item E.2.1 que trata das correntes que fluem pelas partes condutoras e linhas externas conectadas a uma estrutura atingida por uma descarga atmosférica. É sabido que a corrente de uma descarga atmosférica em uma estrutura não flui apenas para o sistema de aterramento, mas se divide entre o aterramento e as ligações…

18 maio: Análise de transitórios devido a manobras de disjuntores a vácuo em transformadores de potência imersos em óleo

Edição 123 – Abril de 2016 Artigo: Transformadores  Por J.R. Cogo; N.C. Jesus, e L.M. Duarte*   Este artigo apresenta os resultados de medição obtidos em campo envolvendo transformadores de potência com tensão nominal primária em 34,5 kV imersos em óleo isolante e as correspondentes simulações para identificar os resultados esperados das sobretensões entre fase e terra na bucha destes equipamentos. Também se apresenta uma comparação com resultados obtidos em diversos transformadores de potência com meio isolante sólido (a seco)…

18 maio: Impactos da nova norma IEC 62586 na calibração de medidores de qualidade de energia elétrica

Edição 123 – Abril de 2016 Aula Prática: Qualidade de energia Por Eugenio Carvalheira, Javier Aprea e Marcelo Paulino* Os fabricantes de medidores de Qualidade de Energia Elétrica (QEE) devem comprovar que os seus equipamentos atendem a normas vigentes. Algumas normas internacionais estão em vigor e são muitas vezes complementadas ou regionalizadas através da definição de requisitos de conformidade locais em um país ou região. Em âmbito internacional, as IEC 61000?4?7, IEC 61000?4?15, IEC 61000?4?30, IEEE 519, IEEE 1159, IEEE 1453 e EN 50160 são as…

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico