Artigos técnicos

20 abr: Transitórios em transformadores a seco

Edição 110 – Março de 2015 Por João Roberto Cogo, Nelson Clodoaldo de Jesus e Luiz Marlus Duarte* Análise de transitórios provocados por manobras de disjuntores a vácuo em transformadores com meio isolante sólido (a seco). Os disjuntores são dispositivos utilizados desde o final da década de 1920 e, principalmente, a partir da década de 1930 para interromper em circuitos elétricos as correntes normais de sobrecargas, de curto-circuito, etc. Basicamente, os tipos de disjuntores com seus meios de extinção do…

20 abr: Normas para cabeamento estruturado

Edição 110 – Março de 2015 Por Marcelo Barboza* Recomendações normativas para cabeamento estruturado em edifícios comerciais e em data centers. Frequentemente observamos projetos de cabeamento estruturado sendo feitos com base em normas de outros países ou até mesmo sem se basearem em norma alguma. Talvez seja porque a maior parte dos projetistas não saiba da existência das normas nacionais sobre a disciplina. Atualizado em 4 de agosto de 2021 por Flávia Lima

20 abr: Comparativo entre topologias de detecção de arco elétrico

Edição 110 – Março de 2015 Dicas de instalação Por Sérgio Mazucato Junior e Castellane Ferreira* As instalações elétricas estão presentes em todos os setores da indústria. Para suprir a necessidade de fornecimento de energia elétrica, a indústria geralmente utiliza centros de distribuição de energia e cargas, bem como conjuntos de manobra e controle, sendo que estes equipamentos estão usualmente sujeitos a problemas de operação. Em face disso, as etapas relativas ao projeto, instalação, operação e manutenção destes dispositivos requerem…

20 abr: A vez do FPGA

Edição 110 – Março de 2015 Espaço IEEE Por Bruno Albertini*   O FPGA (Field Programmable Gate Array), esquecido nas últimas três décadas nos laboratórios das universidades e nas bancadas de projetistas de hardware, vem ganhando a atenção da mídia e dos fabricantes por um motivo simples: sua utilização em produção está se tornando viável economicamente. Tradicionalmente, o fluxo de projeto de um HW especializado segue um padrão definido de especificação e solução do problema, seguido da prototipação em um…

20 abr: Estratégias conceituais da operação do Sistema Interligado Nacional

Edição 110 – Março de 2015 Espaço Cigré Por Saulo Cisneiros*   O Sistema Interligado Nacional (SIN) é um sistema interligado de dimensões continentais e predominantemente hidroelétrico com grandes usinas distantes dos centros de carga, que são interligados por longas linhas de transmissão. Ao final de 2014, o SIN tinha uma capacidade instalada de geração de mais de 133.000 MW e mais de 120.000 km de linhas de transmissão em tensão igual ou superior a 230 kV. Além disso, o…

30 mar: Aplicação de pasta térmica em módulos de potência – uso recomendado do Material de Interface Térmica (TIM)

Edição 109 – Fevereiro de 2015 Dicas de instalação Por Murilo Sonegatti* Durante seu funcionamento, os semicondutores de potencia geram calor por meio de suas perdas de chaveamento e condução. Para manter a integridade do componente, são utilizados dissipadores que auxiliam a troca de calor com o ar ou liquido, de acordo com a aplicação. Atualizado em 7 de junho de 2021 por Simone Vaiser

30 mar: O gerenciamento de risco segundo a Parte 2 da ABNT NBR 5419

Edição 109 – Fevereiro de 2015 Espaço 5419 Por Hélio Eiji Sueta* A Parte 2 da ABNT NBR 5419/2015 traz, com certeza, as maiores mudanças na proteção de estruturas contra as descargas atmosféricas. Nesta parte, o estudo de diversos parâmetros da estrutura, seus arredores e das linhas elétricas ligadas a ela indicará as medidas de proteção da estrutura, das pessoas e dos equipamentos contra os efeitos nocivos das descargas atmosféricas para que os riscos fiquem dentro de valores toleráveis. Atualizado…

30 mar: A importância dos protetores de surto (snubbers) para a proteção dos transformadores – Parte I

Edição 109 – Fevereiro 2015 Por Cláudio Sérgio Mardegan Dados históricos: tem ocorrido a queima de uma grande quantidade de transformadores nos últimos anos, principalmente transformadores secos. Isso não significa necessariamente que o transformador é de má qualidade. Mesmo transformadores de fabricantes considerados de primeira linha também têm queimado. A maior parte destas queimas é gerada por sobretensões de manobra. Apenas com os registros que chegaram até mim, nos últimos dois anos no Brasil, registraram-se 19 ocorrências. Isso levou à…

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico