1-Opiniao
Design sem nome - 2021-09-08T153211.556

O impacto da crise energética para as pequenas e médias empresas

O Brasil tem passado por uma intensa crise hídrica e subsequente crise energética nos últimos meses. A situação acomete desde grandes indústrias até pequenas e médias empresas e seus consumidores finais. De acordo com levantamento realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae, a conta de energia representava em 2019, 15% dos custos operacionais das micro e pequenas empresas, mas desde 2020, este gasto já passou a ser a principal despesa para 28% dos pequenos…

Design sem nome - 2021-09-08T151529.108

Crise energética: é hora de falar sobre os carros elétricos?

Falar em veículos elétricos em meio a crise energética que o Brasil enfrenta pode parecer um paradoxo. A primeira pergunta é: como podemos, em meio a tudo isso, pensar na troca de veículos a combustão por elétricos? A resposta não é simples, mas pode ser resumida em uma única palavra: planejamento. Vale dizer que o impacto dos veículos elétricos no consumo nacional é muito pequeno e os dados não me deixam mentir. De acordo com estudos realizados pela ANFAVEA, em…

Design sem nome - 2021-09-06T142334.539

Sua empresa segue as boas práticas de ESG?

Empresas que não adotarem conceitos modernos de sustentabilidade, não sobreviverão no mercado ao longo dos próximos anos. A adoção de boas práticas ambientais, sociais e de governança (ESG) se consolidou como essencial para qualquer empresa se manter relevante, seja ela pequena ou grande. O descarte consciente, a redução das emissões de gases de efeito estufa, gestão de recursos hídricos e a promoção da diversidade e inclusão, estão entre as medidas que as empresas estão começando a adotar. A pesquisa “Respondendo…

1611086179248

Energias renováveis ajudam no combate à desigualdade social

Por conta da grande extensão territorial e da diversidade de biomas, o Brasil conta com uma variedade de recursos naturais – o que proporciona um maior investimento em uma matriz energética limpa. Mas, a realidade atual reflete um cenário adverso ao esperado. É em meio à crise climática e à pandemia de Covid-19, que a necessidade de renovação da matriz energética evidenciou um problema que o país enfrenta nas diferentes esferas: a desigualdade social. É cada vez mais evidente que,…

jose_jorge_temon2

Gestão humanística

A existência de uma empresa depende diretamente de pessoas, são elas as responsáveis pela movimentação, inovação, tomada de decisões, relação com clientes, liderança, motivação, enfim, todo o quadro organizacional empresarial necessita da intervenção humana. Assim sendo, temas como o gerenciamento de pessoas e equipes, educação, bem-estar físico e emocional devem ser parte da cultura organizacional. A abordagem humanística buscará a elevação de consciência entre as pessoas e o alinhamento de suas ações, das equipes e até mesmo seus objetivos pessoais…

frederico_araujo

O panorama da eficiência energética no Brasil

Preâmbulo Ao avaliar as oportunidades e ameaças à eficiência energética no Brasil é fundamental entender como o país tem figurado no cenário econômico mundial nas últimas décadas. Em 2011 o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil ocupou a 6ª posição no ranking mundial, ultrapassando o Reino Unido. Naquele momento estava quase alcançando a 5ª posição deste importante ranking internacional das maiores economias do mundo, quando em 2015 o país começou a ser atingido por uma série de fatores como desvalorização…

Marcos Madureira

Distribuição: o compromisso de modernização e melhorias do segmento frente aos desafios

Para que a energia elétrica se materialize em nossas casas, nos hospitais, escolas, indústrias e no campo, ela percorre um longo caminho, passando pelo trabalho de diferentes agentes. Depois de sair da usina geradora e passar pelas linhas de transmissão, a energia chega até as subestações das distribuidoras para ser entregue aos consumidores. A partir daí, podemos dizer que uma nova engrenagem, cheia de peças, entra em ação: as distribuidoras de energia elétrica. E para que todos tenham o acesso…

Thales de Azevedo Filho

A volta dos veículos eletrificados

O veículo eletrificado é um tema mais que centenário. Surgiu na segunda metade do século XIX, quando a Siemens, a GE e o próprio Thomas Edison, entre outros incentivadores, começaram a desenvolver a ideia do veículo eletrificado, autossuficientes, alimentados por acumuladores e os conectados, com suprimento de energia elétrica de uma fonte externa, alimentada por meio de condutores ao nível do piso, ou cabo aéreo, em catenárias, como nos trens, subways, bondes e trólebus. Ocorreu que, no início do século…

Ivo Dorileo

Mix de geração é chave para uma economia de baixo carbono

Dois pilares sustentam a transição energética para uma economia de baixo carbono: as fontes renováveis e a eficiência energética. Para a consecução dos objetivos são necessárias medidas vinculativas e de apoio entre todas as fases da cadeia da energia elétrica que se tornam imperativas em muitos países ao se estabelecerem políticas públicas. A eletricidade representa bem-estar e desenvolvimento, mas também, os custos desta utilidade compõem uma parte significativa das despesas com a estrutura de operação de uma empresa ou com…

Saulo Cisneiros

Setor elétrico: tendências e oportunidades globais

O setor empresarial, de uma maneira geral, estava em plena implantação dos seus planos de desenvolvimento, de racionalização de custos e de aumento de receitas para capitalização das suas organizações, quando teve esse processo totalmente prejudicado pelo adiamento e cancelamento de vários de seus projetos, em função do surgimento da pandemia do coronavírus. No atual momento, não há ainda uma certeza de quando as atividades do setor produtivo retornarão ao normal, após a fase de controle da pandemia, que só…