Cemig investe mais de R$ 170 milhões na automatização do sistema elétrico de Minas Gerais

Com o objetivo de modernizar o sistema elétrico de Minas Gerais, a Cemig está investindo, somente neste ano, cerca de R$ 173 milhões na instalação de 7.445 religadores na sua área de concessão. Esses equipamentos trazem um grande benefício para a continuidade do fornecimento de energia, pois recompõem o sistema elétrico automaticamente, no menor tempo possível, em caso de interrupções por defeitos transitórios.

A Cemig possui a maior rede de distribuição de energia elétrica da América do Sul, com mais de cerca de 540 mil quilômetros de linhas e redes. Os religadores são instalados nas redes elétricas urbanas e rurais. Somente na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a companhia vai adicionar 558 novos equipamentos à rede de distribuição.

 

Garantir o abastecimento contínuo

 

“Nas cidades, a instalação dos equipamentos busca atender áreas com grande concentração populacional e de manutenção da vida, como hospitais por exemplo, e assim garantir a continuidade do abastecimento para o maior número de clientes em caso de uma oscilação transitória na rede elétrica. Em áreas rurais, em que os circuitos são longos e atendem a clientes muitas vezes dispersos, a instalação de religadores agiliza o restabelecimento a essas unidades, evitando que os defeitos afetem circuitos maiores”, afirma Gleiston Bianch Andrade, gerente de Gestão de Ativos da Distribuição.

Acesse o site da Cemig e confira mais notícias da empresa.

Atualizado em 12 de agosto de 2021 por Redação

Fazer um comentário

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico