Confiança da indústria eletroeletrônica permanece no menor patamar da série histórica

Segundo a ABINEE, resultado reflete incertezas quanto à revolução da pandemia

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do Setor Eletroeletrônico, conforme dados da CNI agregados pela Abinee, registrou 33,6 pontos no mês de maio de 2020. Esse resultado foi 1 ponto acima do verificado em abril (32,6 pontos), porém permaneceu no menor patamar da série histórica iniciada em janeiro de 2010, mostrando o pessimismo do empresário.

Destaca-se que o leve incremento verificado em maio ocorreu após duas fortes reduções consecutivas, que juntas somaram 29,7 pontos. Ressalta-se também que o resultado do ICEI ficou 19,8 pontos abaixo do observado em maio de 2019 (53,4 pontos).

“Existem muitas incertezas quanto à evolução da pandemia. Não se sabe a duração e a intensidade das medidas de isolamento social até que seja possível realizar o retorno de uma forma segura”, afirma o presidente da Abinee, Humberto Barbato. Segundo ele, essa situação continua causando muita preocupação para os empresários, inibindo novos investimentos, o que agrava ainda mais a crise econômica.

O ICEI varia de 0 a 100 pontos, sendo que valores acima de 50 pontos indicam confiança do empresário industrial e abaixo de 50 pontos mostram falta de confiança.

Atualizado em 7 de junho de 2021 por

Posts Relacionados

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico