Digitalização do setor elétrico pode acelerar desenvolvimento das cidades inteligentes

Com a forte tendência de digitalização do setor elétrico brasileiro, os investimentos em redes de comunicação para automação das linhas de distribuição de energia e medição remota do consumo vêm crescendo consideravelmente. Essa transformação digital desperta o interesse do mercado para a possibilidade de novos negócios. Um deles é: como aproveitar essa estrutura de conectividade, que tende a se expandir ainda mais no país, para fomentar tecnologias que melhorem a qualidade de vida da população e ajudem a desenvolver as cidades inteligentes?

Pesquisadores do Lactec estão atrás dessa resposta. Uma das frentes de estudos da empresa para o setor elétrico se propõe a avaliar a aplicação de tecnologias de cidades inteligentes, aproveitando a infraestrutura de comunicação de sistemas de smart grids. O projeto de pesquisa e desenvolvimento atende à demanda da subsidiária de distribuição da Copel e é realizado no âmbito do Programa de P&D da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Confira mais notícias em nosso portal sobre a digitalização no setor clicando aqui.

O piloto do projeto está em implantação em Ipiranga (PR), área de concessão da Copel Distribuição, e é a primeira cidade do país a ter todas as unidades consumidoras atendidas com medidores inteligentes. Em princípio, será testada a inserção de três tecnologias: automação da iluminação pública, medição inteligente de consumo de água e automação do monitoramento climático.

Os pesquisadores do Lactec desenvolveram os módulos com os circuitos eletrônicos, que permitirão a conexão dos dispositivos de cidades inteligentes (luminária, medidor de água e estação meteorológica) à rede de comunicação (smart grid) da Copel, em Ipiranga. Foi desenvolvida, também, toda a parte sistêmica, ou seja, como os dados dos equipamentos vão trafegar, via rede inteligente da concessionária, e como essas informações serão processadas e coletadas, posteriormente.

Ensaios preliminares foram realizados na própria sede do Lactec, em Curitiba, comprovando a funcionalidade dos protótipos. Os ensaios em campo, a serem realizados nos próximos meses, permitirão avaliar, também, como a utilização de outros serviços impacta o desempenho da rede de comunicação, projetada originalmente para smart grid.

Acesse o site da Aneel e confira mais sobre aqui.

Atualizado em 1 de outubro de 2021 por Redação

Fazer um comentário

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico