Energia para ir em frente

Atualizado em 22 de julho de 2021 por Simone Vaiser

Por Eng. José Starosta

 

Enquanto a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) discute a RN 482/2012 em audiência pública presencial em Fortaleza e os impactos financeiros na geração distribuída (GD), o mercado como um todo dá sinais de começar a se mexer mesmo com retardamento dos prazos acima do esperado.

No primeiro ponto, a constatação da Agência seria que o atual modelo definido pela resolução normativa deveria ser restrito à capacidade de cada distribuidora, sendo assim seria gerado um “gatilho” para cada situação de cada distribuidora, quando então a compensação da energia gerada e a consumida não teriam mais a mesma proporção de custos equivalentes. Em outras palavras, o modelo parece soar como injusto aos consumidores que não optaram por efetuar as suas GD’s e também às distribuidoras que têm suas redes utilizadas sem remuneração pelo modelo tarifário. Um bom debate, que esperamos que possa trazer boas oportunidades a todos e não emperre o crescente e necessário mercado de GD. Há de se considerar que o aumento concedido pela ANEEL neste 2019 para algumas distribuidoras no Sudeste extrapolam as previsões e toda discussão que busque a estabilidade de preços e segurança operacional é muito importante. A bandeira verde de Abril poderá minorar a situação neste instante, que é grave, considerando a previsão de aumento bem menor assumida pelo mercado consumidor e consultorias.

Há de se tomar cuidado com os “milagrosos” economizadores de energia sempre ofertados aos mais incautos nestas épocas em que a energia sobe, e que mereceriam melhor atenção de nossas autoridades que tentam fazer cumprir a lei. Basta testar estas caixinhas pretas enganadoras de forma adequada e observar que não valem para nada. Um engodo concebido e comercializado por estelionatários. Todo cuidado é pouco.

Os eventos relacionados ao nosso setor elétrico em 2019 são vários, destacando-se o itinerante CINASE (Florianópolis, Belo Horizonte, Cuiabá e Recife); e a XIII CBQEE (Conferência Brasileira sobre Qualidade da Energia) em  01 a 04 de setembro nas instalações da Escola de Engenharia Mauá em São Caetano do Sul – SP. Excelentes oportunidades para os desenvolvimentos técnico e profissional. Boa sorte e bons negócios a todos!

Posts Relacionados

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico