Escolher bem para não escolher problemas

Edição 121 – Fevereiro de 2016
Por Marcelo Eduardo de Carvalho Paulino

O sucesso de um empreendimento e a qualidade dos dispositivos implantados em um sistema de automação de subestação (SAS) estão diretamente ligados às especificações, na sua forma e conteúdo. Esse processo é parecido com o que fazemos quando vamos comprar um bem de consumo importante para nós.

Imaginemos a seguinte situação, um consumidor desavisado, empolgado com a possibilidade da aquisição de um notebook novo, acessa um site de um fabricante de notebooks e começa a escolher seu modelo. Diante das diversas opções disponíveis, ele segue fazendo suas escolhas:

  • Processador: i7, última geração;
  • HD: 1 Tera SSD (disseram para ele que era melhor);
  • Memória RAM: 8 Gb (o máximo disponível);
  • Tela: full HD 14 polegadas, com tecnologia Touchscreen;
  • Placa de vídeo HD dedicada com memória exclusiva;
  • Conectividade: 4xUSB 3.1, VGA, HDMI, RJ-45 Ethernet, Wireless, Bluetooth;
  • Software: Windows 10 professional, Microsoft Office completo, Antivírus com todos os opcionais;
  • Peso máximo: 1 kg;

E por aí vai. Alguns itens também são escolhidos, como serviços de suporte técnico e manutenção em casa, cobertura de garantia estendida. Afinal, nosso amigo comprador quer estar preparado para qualquer ocorrência e não quer ficar com seu equipamento indisponível.

Diante do exposto, no final de suas escolhas e ponderações sobre o que seria melhor para seu uso, o nosso amigo comprador se depara com suas realidades:

  • Por causa da configuração descrita, o fabricante não possui modelo de produto disponível para atendê-lo;
  • Em consequência de suas escolhas, o valor do produto fica muito além das possibilidades do nosso empolgado comprador.

Quando tratamos de um sistema de proteção e automação de sistemas elétricos, o princípio de especificar bem também se faz necessário. A especificação de um SAS deve compreender uma estrutura adequada que mostre todas as necessidades de funcionalidade, desempenho, disponibilidade e todos os aspectos que são relevantes para um projeto.

Para isso, o profissional responsável pela especificação deve estar preparado para fazer uma avaliação das diferentes ofertas disponíveis no mercado e reunir informações sobre os requisitos do SAS a ser especificado.

Além da especificação técnica, outros fatores também deverão ser considerados, incluindo a política de aquisição dos componentes e sistemas, sua disponibilidade do mercado e aspectos econômicos, como valores disponíveis versus custo de aquisição.

No Brasil, o processo de aquisição de grandes obras é realizado geralmente através de leilão ou pregão. Desta forma não são redigidas exatamente especificações técnicas. São utilizados pré-contratos com uma descrição básica dos dispositivos e sistemas a serem fornecidos. O detalhamento do projeto é definido após a contratação do fornecedor. Vale observar que, além dos aspectos econômicos, o lado mais preparado será capaz de impor suas escolhas técnicas. Caso a empresa dona do empreendimento não forneça uma especificação formal, essa tarefa é realizada pelo fornecedor ou integrador que proverá um projeto do sistema de automação segundo suas soluções comerciais.

Alguns trabalhos publicados auxiliam essa tarefa. Por exemplo, o relatório técnico 329 (Guidelines for specification and evaluation of SAS), do grupo de trabalho B5.18 do Cigré, fornece importante informações detalhadas e orientações para apoiar a escrita de especificações para sistemas de automação de subestações. Estudos conduzidos por membros do Comitê de Estudos B5 (Proteção e Automação) do Cigré Brasil têm constatado que a maioria dos procedimentos de documentação e as especificações são realizadas pelas equipes de engenharia das empresas do setor elétrico (concessionárias de distribuição, transmissão e geração de energia elétrica), mas com uma parcela de responsabilidade compartilhada pelos integradores e fornecedores. Mas qual o melhor caminho? Como isso é realizado em instalações industriais? Como você compraria seu notebook?

Discutiremos esse tema adiante, em que constatações e tendências serão descritas, além das melhores práticas.

Atualizado em 7 de junho de 2021 por admin

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico