Novidades normativas em sustentabilidade – Parte II

Edição 92 – Setembro de 2013
Por Michel Epelbaum

Continuando a coluna do mês passado sobre as novidades normativas em sustentabilidade, comentamos nesta coluna a revisão periódica da norma ISO 14001, referente a sistemas de gestão de ambiental (SGAs).

Esta norma é amplamente difundida no setor elétrico. Segundo a pesquisa anual da ISO (2011), o setor de equipamentos elétricos e óticos é o terceiro em número de certificações ISO 14001 (contando mais de 18 mil, representando quase 10% do total mundial de certificados), atrás somente dos setores de construção e de produtos metálicos. Além disso, outros setores relacionados ao setor elétrico, como o de fornecimento de eletricidade, gás e tecnologia da informação, somam quase quatro mil certificações.

O processo de revisão teve início em fevereiro de 2012, prevendo-se que a norma final revisada seja publicada em janeiro de 2015.

Duas fontes de mudanças principais são determinantes para a revisão da ISO 14001:

a) Nova estrutura de normas baseada no novo “ISO Guia 83:2012 – Estrutura macro, textos principais idênticos, termos comuns e definições principais para uso em normas de sistemas de gestão”. Com o objetivo de melhorar a consistência e o alinhamento entre as normas de sistemas de gestão da ISO, esta norma para os “elaboradores de normas” redefine o ciclo PDCA e os requisitos comuns a todas as normas da ISO a partir de então. Segue a nova estrutura como contida no texto atual da revisão da ISO 14001, com a numeração dos itens: 

4. Contexto da organizaçãorequisito novo – entendendo a organização e seu contexto; necessidades e expectativas das partes interessadas; escopo do SGA;

5.Liderançarequisito reestruturado – liderança e comprometimento; política ambiental; papéis, responsabilidades e autoridades;

6. Planejamento (P) – requisito reestruturado e reforçado – ações para considerar riscos e oportunidades (aspectos ambientais, requisitos legais e outros), objetivos e planejamento para atingi-los;

7. Suporte (D) – requisito reestruturado e recursos; competência; conscientização; comunicação; informação documentada (criação, atualização e controle de documentos e registros);

8. Operação (D) – requisito reestruturado e reforçado – planejamento e controle da operação, da cadeia de valor e de resposta a emergências;

9. Avaliação de Desempenho (C) – requisito reestruturado – monitoramento, medição, análise e avaliação (inclusive da conformidade com legislação/outros requisitos), auditoria interna; análise crítica;

10. Melhoria (A) – requisito reestruturado – não conformidade e ação corretiva (não deverão ser mais explicitadas as ações preventivas); melhoria contínua;

Além disso, o ISO Guia 83:2012 harmonizou termos e definições entre as várias normas de sistemas de gestão.

b) Principais recomendações sugeridas pela ISO em seu relatório “Os desafios futuros da gestão ambiental”: 

1. SGA como parte da sustentabilidade e responsabilidade social – maior alinhamento à ISO 26000, em termos de linguagem, princípios, temas como transparência/prestação de contas e influência sobre a cadeia de valor;

2. SGA e melhoria do desempenho ambiental – clarificar requisitos de melhoria e avaliação do desempenho ambiental (por exemplo, uso de indicadores, consideração de outras normas ISO e externas);

3. SGA e a gestão estratégica empresarial global – reforçar as considerações estratégicas da gestão ambiental, benefícios e oportunidades e a relação com o negócio;

4. SGA e impactos dos produtos e serviços na cadeia de valor – considerar mais claramente uma perspectiva de cadeia de valor na identificação/avaliação e controle de aspectos ambientais relacionados aos produtos e serviços;

5. SGA e engajamento de partes interessadas – introduzir uma abordagem mais sistemática para a identificação, consulta e comunicação com as partes interessadas internas e externas sobre temas ambientais.
 

Continuaremos acompanhando esta e outras normas e iniciativas importantes para a sustentabilidade!

Atualizado em 7 de junho de 2021 por admin

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico