O atual estágio das revisões normativas no Brasil

Dando sequência nesta série sobre o tema iluminação, neste artigo iremos tratar das revisões normativas no Brasil e o estágio que se encontram até meados do ano de 2019. As normas de iluminação no Brasil têm sido tema constante através de elaborações de novas normas e revisões das existentes nos últimos 10 anos no País de forma mais efetiva que nos períodos anteriores a esta data. Atualmente, em um estágio de elaboração de novas normas sempre que necessário, mas com mais ênfase na revisão das normas vigentes, a fim de deixá-las sempre atualizadas com suas respectivas referências internacionais, assim como com as mais recentes tecnologias de construção e aplicação.

Fruto de trabalho de pesquisa aplicada e do envolvimento de diversos profissionais do setor que disponibilizam seu conhecimento e tempo para esta tarefa, as revisões vêm sendo realizadas através das comissões de estudo da ABNT COBEI no âmbito do CB 03 – Comitê Brasileiro de Eletricidade. Desde setembro de 2017, está aberta a revisão da NBR 5101: Iluminação Pública – procedimento, através da comissão de estudo CE 03:034:04 – Aplicações luminotécnicas e medições fotométricas, já tendo ocorrido 17 reuniões para tratar deste tema. Nas primeiras reuniões, foram definidos os grupos de trabalho para elaborar os textos para discussão dos capítulos da norma e realizados diversos experimentos, cálculos e novas metodologias para serem aprovadas pelo grupo de revisão.

Com o andamento da revisão, a comissão acabou seguindo como base os critérios das publicações internacionais atualizadas tais como a CIE 115:2010 – Lighting of Roads for Motor and Pedestrian Traffic. Na fase final de revisão, está sendo montada a versão para consulta pública e avaliados os impactos da mudança nas classificações de vias e os respectivos critérios de classificação, bastante diferente dos utilizados atualmente. Em um momento de discussão de substituição massiva pela tecnologia LED, é importante o envolvimento de todos nesta discussão, pois sendo aprovada a revisão da NBR 5101, mesmo com tempo de ajuste, haverá necessidade de atualização dos profissionais para elaboração dos novos projetos, bem como do mercado no desenvolvimento de estudos e avaliação dos futuros sistemas que serão implantados após a revisão na norma.

Durante o mês de agosto de 2019, também foi reativada a comissão CE 03:034.03 – Luminárias e acessórios, com o objetivo de atualizar as normas técnicas de luminárias que já foram modificadas em nível internacional junto à International Electrotechnical Commission (IEC). O objeto da primeira reunião de reativação desta comissão é a revisão da NBR IEC 60598-1:2010 – Luminárias – parte 1: requisitos gerais e ensaios correspondentes, abrangendo a classificação, marcação, construção mecânica e construção elétrica, juntamente com os ensaios correspondentes.

Após as definições relativas a esta norma, a comissão define as normas particulares a serem revisadas e um plano para os próximos temas ate o final de 2020. Devem ser priorizadas as normas de iluminação interna para que sejam base para avaliação de conformidade destes produtos, amplamente utilizados em escritórios, indústrias e outras aplicações interiores, assim como as luminárias utilizadas em iluminação pública através de atualização da ABNT NBR 15129: Luminárias para iluminação pública – requisitos particulares, que foi usada como base para a portaria 20 do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). As demais comissões como a fontes de luz CE 03.034.01, e a comissão de dispositivos de controle/reatores CE 03:034:02, também estão ativas e discutindo a revisão de normas de dispositivos de controle conhecidos como “drivers” através do projeto de revisão da ABNT NBR IEC 61347-2-13: 2012 – Dispositivo de controle da lâmpada – Parte 2-13: Requisitos particulares para dispositivos de controle eletrônicos alimentados em c.c ou c.a para os módulos de LED, devendo esta norma ser levada à consulta pública até o final do ano de 2019.

Com estas novas revisões normativas, esperamos ter base para aplicação de novas tecnologias e melhoria dos processos de avaliação da conformidade no País, assim como ampliar o conhecimento existente neste setor, envolvendo cada vez mais os usuários, desenvolvedores, pesquisados, fabricantes e a sociedade em geral para melhorarmos a qualidade da iluminação.

Atualizado em 6 de setembro de 2021 por Redação

Posts Relacionados

Fazer um comentário

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico