Para 2021 o que realmente importa

Neste início de novembro de 2020 de um dos piores anos da história moderna depois da segunda guerra, temos que ir em frente pois “vida que segue”. Como dizem os gurus do copo “meio-cheio”: “vai passar”. Ao menos a desoneração tributária foi mantida proporcionando um pouco mais de fôlego para algumas empresas do nosso setor. Pontos positivos apontam para as boas atividades de alguns setores como agronegócio e de recuperação como a construção civil e setor de serviços, porém, todos pisam em ovos. 

O aspecto político-econômico nacional e mundial se arrasta como que em uma agonia interminável, envolvendo as nossas eleições domésticas e a eleição americana e pelo que parece haverá a troca de governo lá no Norte do continente. Se isso se confirmar, nós aqui no Sul seremos pressionados a cuidar um pouco melhor do meio ambiente saindo da situação do faz de conta. Com a prorrogação da definição da MP 998, espera-se que nossos gestores e políticos tenham tempo para pensar e sejam iluminados a entender o que realmente importa, o assunto foi amplamente exposto nesta coluna da edição do mês passado. 

Que sejamos iluminados! Tudo passa!  

Enquanto não passa, estamos envolvidos e motivados para o CINASE DIGITAL que se aproxima agora no final de novembro. Um evento único, muito bem planejado e que será um dos pontos positivos do ano. Tudo está sendo minuciosamente planejado e trabalhado pelas equipes técnicas e de eventos. Um ato de coragem desta nossa revista, que será certamente reconhecido por todo o mercado.

Vamos em frente! 

Atualizado em 17 de agosto de 2021 por Maria Elisa Vaiser

Fazer um comentário

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico