“Quem faz o bloqueio e o desbloqueio?”

Vez ou outra sai essa pergunta em aula, que, aliás, é excelente para que se possa provocar a reflexão da finalidade dessa ação de “impedir a energização e que é o segundo passo do procedimento de desenergização”.

Alguns princípios devem ser observados com relação a este assunto e o primeiro é que não basta entregar um cadeado para o trabalhador. Bloqueio com cadeado, lacre ou outro meio é apenas uma parte de um procedimento que deve ser tratado em um programa de controle de energias perigosas (entre elas, a eletricidade) e exige treinamento e capacitação.

Mas a pergunta é se o encarregado é quem faz o bloqueio e o desbloqueio. Objetivamente, a resposta é NÃO. Cada trabalhador suscetível de ser afetado pela reenergização deverá inserir o seu dispositivo de bloqueio e etiqueta (pessoais) e somente ele deverá retirá-lo para liberação do dispositivo.

Ainda que a equipe de trabalho seja composta por vários colaboradores, não é correto que a segurança de um funcionário dependa apenas de seu encarregado ou supervisor. É natural que a reenergização seja finalizada por um colaborador, mas não é a ele que compete retirar os lacres ou cadeados dos demais. Essa é uma tarefa pessoal e intransferível, que deve ser tratada em um programa de controle de energias perigosas.

Os programas de controle costumam seguir os princípios da norma americana OSHA 1910.147.

NR10-01

nr10-02

Treinamentos a distância

Em tempo: na edição 142 (novembro de 2017), tratamos dos treinamentos a distância, que não eram aceitos pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Pois bem, a situação foi atualizada:

Em 23 de março foi divulgada a Nota Técnica 54/2018 que trata da Capacitação em Segurança e Saúde no Trabalho pela modalidade de ensino a distância (EaD) e semipresencial. Com isso, houve a revogação de Notas Técnicas anteriores sobre a matéria, em razão da publicação da Portaria MTB n° 872, de 06 de julho de 2017. Agora pode!

 

Atualizado em 27 de julho de 2021 por Simone Vaiser

Posts Relacionados

Comentários (1)

Bom Dia,

No caso, a Portaria MTB n° 872, de 06 de julho de 2017refere-se apenas a NR-20m não é?

Att,

Os comentário estão encerrados.

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico