Reativação da CE-003:064.010 – Proteção contra Descargas Atmosféricas (PDA)

A comissão de estudos (CE) 003:064.010 será reativada em setembro deste ano, tendo como escopo a normalização que visa diminuir os riscos no campo de proteção contra os efeitos diretos e indiretos causados pelas descargas atmosféricas em estruturas, edificações e pessoas no que concerne à conduta, terminologia, documentação, requisitos, procedimentos e ensaios.

Os principais objetivos da reativação são a oficialização de algumas normas e procedimentos que constam do acervo da IEC e também da eventual correção de algum desvio que a utilização da ABNT NBR 5419:2015 mostrou necessário executar.

Após definição do coordenador e secretário, praxe no processo de reativação de qualquer CE, serão propostos o tratamento e a observância dos seguintes assuntos:

  • Alteração junto à IEC do comitê a que a CE está vinculada para que fique oficialmente configurado o status “espelho” junto ao TC 081 da IEC;
  • Esclarecimento do posicionamento oficial da CE, Cobei e ABNT junto aos órgãos públicos quanto aos captores não convencionais, também conhecidos como ionizantes ou com emissão antecipada de líder;
  • Criação do texto base para projeto de norma 003:064.010.101 – Procedimentos de segurança para redução do risco fora de uma estrutura, baseado no documento IEC 62713:2013;
  • Criação do texto base para projeto de norma 003:064.010.102 – Proteção contra Descargas atmosféricas – Sistemas de alerta de trovoada, baseado no documento IEC 62793:2016;
  • Revisão da ABNT NBR 5419:2015 – Proteção contra descargas atmosféricas, Parte 1: Princípios gerais, Parte 2: Gerenciamento de risco, Parte 3: Danos físicos a estruturas e perigos à vida, e Parte 4: Sistemas elétricos e eletrônicos internos na estrutura. Este tópico não deve ser motivo de qualquer sentimento negativo por parte do leitor, basta comparar o tempo desde o inicio da revisão do texto da versão da 5419:2005, em 2006, até a publicação da versão atual, ou seja, mesmo com este assunto em pauta, não há sequer uma previsão longínqua para publicação de nova versão.

Embora a participação em uma CE seja aberta a qualquer cidadão brasileiro, acredita-se que a mesma desperte o interesse nos profissionais voltados à área, tais como, universidades, fabricantes e fornecedores de materiais, sensores de raio, acessórios, instaladores, projetistas e consultores nos mais variados níveis, bem como profissionais da construção civil, institutos de pesquisa, órgãos governamentais e reguladores, associações, sindicatos, etc.

Dessa forma, espera-se novidade até o final deste ano para os três primeiros itens mencionados na lista anterior e, para 2018, para o quarto item, ou seja, a prioridade da CE será minimizar riscos em áreas abertas.

Caso haja interesse em participar, basta enviar um e-mail para cobei@cobei.org.bre solicitar que seu nome seja incluído na comissão.

De nossa parte, contamos com sua experiência, consistência, disciplina, bom senso e força de vontade, fatores indispensáveis para um membro participativo de uma comissão de estudos.

Atualizado em 21 de julho de 2021 por Simone Vaiser

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico