Reservatório Billings recebe teste da primeira usina solar fotovoltaica flutuante

Uso da tecnologia inédita na capital paulista começa a operar neste mês

Com o objetivo de desenvolver fontes alternativas e sustentáveis na geração de energia elétrica, a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, por meio da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE), concluiu, em parceria com a Sunlution Soluções em Energia Ltda, a instalação da primeira usina fotovoltaica flutuante da cidade de São Paulo. O projeto piloto deve começar a operar no dia 28 de fevereiro de 2020 e funcionará como teste durante 90 dias.
O empreendimento de 100 kilowatts ocupa uma área de mil metros quadrados do reservatório Billings junto à usina elevatória de Pedreira. Para implantação do projeto foram investidos R$ 450 mil em equipamentos.
“Nós temos que buscar alternativas em parceria com a iniciativa privada e com a população a fim de mudarmos nossos hábitos e investirmos no desenvolvimento sustentável. Cuidar do meio ambiente é um dever de todos! A SIMA está atenta e buscando desenvolver políticas públicas e ações que contribuem para preservar o nosso meio ambiente”, explica o secretário Marcos Penido.
O teste servirá para avaliar a viabilidade da implantação de usinas fotovoltaicas nos reservatórios da Capital e, se a experiência demonstrar a viabilidade desse tipo de fonte, a EMAE abrirá uma nova chamada pública para implantação de usinas fotovoltaicas flutuantes nas represas Billings e Guarapiranga.
A escolha da empresa Sunlution para implantação do projeto piloto ocorreu por meio de um Chamamento Público, lançado em outubro. A empresa enviou a documentação comprobatória dentro dos critérios técnicos e financeiros exigidos pela companhia. A energia gerada deve alimentar um dos escritórios da EMAE.

Atualizado em 7 de junho de 2021 por

Posts Relacionados

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico