GTD
transmissao-energia

Os desafios para a expansão da transmissão

O Brasil possui uma malha de transmissão extensa e altamente complexa, dadas as características do nosso sistema de fornecimento de energia elétrica e as dimensões territoriais continentais. É papel da transmissão fazer a ligação entre os pontos de geração e de consumo, o que, no caso do Brasil, significa percorrer grandes distâncias, em sua maioria, aéreas e sujeitas às condições climáticas. Uma das características mais marcantes do nosso sistema de abastecimento de eletricidade é a geração centralizada de usinas hidrelétricas…

daniel-bento-200

A pergunta não é se haverá falha e sim quando ocorrerá a falha?

Sabemos que é intrínseco ao sistema elétrico o risco de interrupção, seja nas cidades de São Paulo ou de Nova York ou ainda dentro de uma grande indústria ou em um pequeno comércio da periferia. E aqui cabe uma pergunta: por que não se constroem sistemas de suprimentos de energia totalmente imunes a falha? A resposta para essa pergunta é bem simples: a instalação de um sistema livre de falhas exigiria altos investimentos para ter um sistema com redundâncias de…

daniel-bento-200

“Faltou luz” no seu condomínio?

Um movimento observado na sociedade neste que já virou clichê “O novo normal” é que muitos que viviam em apartamentos nas grandes cidades mudaram-se para cidades menores e próximas aos grandes centros. Um dos principais destinos escolhidos por causa principalmente da segurança são os condomínios fechados horizontais de casas. Nestes condomínios que, em grande parte, são de médio e alto padrão de construção, os benefícios são enormes, principalmente pela melhoria na qualidade de vida aumentada com o contato mais próximo…

mamede-200

CAPÍTULO VIII – O futuro dos 3D’s no Brasil

Edição 175 – dezembro de 2020. por Daniel Bento* Clique aqui para fazer o download deste capítulo.   *Daniel Bento é engenheiro eletricista e membro do Cigré, onde representa o Brasil em dois grupos de trabalho sobre cabos isolados. Atua há mais de 25 anos com redes isoladas, tendo sido o responsável técnico por toda a rede de distribuição subterrânea da cidade de São Paulo. Atualmente, é diretor executivo da Baur do Brasil.

CAPÍTULO VII – Presente e futuro da geração distribuída

Edição 174 – outubro/novembro de 2020. por Daniel Bento e Julio Martins* Clique aqui para fazer o download deste capítulo.   *Julio Martins é engenheiro eletricista com mais de 20 anos de experiência no mercado de energia (GTD). Atualmente, é vice-presidente na Schneider Electric. *Daniel Bento é engenheiro eletricista e membro do Cigré, onde representa o Brasil em dois grupos de trabalho sobre cabos isolados. Atua há mais de 25 anos com redes isoladas, tendo sido o responsável técnico por…

CAPÍTULO VI – Digitalização do setor elétrico para empresas e pessoas

Edição 173 – setembro de 2020. por Daniel Bento e Julio Martins* Clique aqui para fazer o download deste capítulo.   *Julio Martins é engenheiro eletricista com mais de 20 anos de experiência no mercado de energia (GTD). Atualmente, é vice-presidente na Schneider Electric. *Daniel Bento é engenheiro eletricista e membro do Cigré, onde representa o Brasil em dois grupos de trabalho sobre cabos isolados. Atua há mais de 25 anos com redes isoladas, tendo sido o responsável técnico por…

A sempre necessária confiabilidade das instalações elétricas. Estamos preparados?

O tema está sempre na agenda das áreas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica (GTD) que planejam suas estruturas e  investimentos em função de  conhecidos indicadores. Aspectos de disponibilidade dos sistemas, taxas de falha, tempo de reparo, tempo médio entre falhas e outros são previstos e medidos nos sistemas de suprimento como rotina básica de operação. Pelo lado dos consumidores, as instalações ou parte delas que contemplam cargas consideradas de “missão crítica”, normalmente merecem de seus responsáveis cuidados…

Desafios na proteção de microrredes

A sociedade atual apresenta uma crescente demanda por uma energia de melhor qualidade, com um número menor de interrupções em seu fornecimento. Paralelamente, são cada vez maiores a necessidade e a pressão por uma transição para uma sociedade sustentável, buscando a redução de emissões de CO2 através da utilização de fontes alternativas ao petróleo e o aumento da eficiência energética. Neste contexto, as redes de distribuição de energia convencionais estão sofrendo uma grande mudança, transformando-se de redes radiais de fluxo…

Biogás de aterro é alternativa para gerar energia elétrica nas cidades

Resíduos sólidos no país, entretanto, ainda são um problema. Legislação prevê tratamento, mas ainda 60% dos municípios despejam seus resíduos em lixões. Restrições ambientais estão fazendo com que a matriz elétrica do Brasil se modifique. Majoritariamente hídrica, ela vem se abrindo cada vez mais para fontes antes negligenciadas, como a eólica e a solar. O fato de usinas hidrelétricas não poderem alagar mais grandes áreas em razão dos transtornos causados à fauna, à flora e às populações ribeirinhas, fez com…

Aplicação de RTDs para medição de temperatura no setor elétrico

Outubro de 2016 Equipe técnica da Omega Engineering Os transmissores e os sensores de temperatura têm muitas e variadas aplicações no setor de geração e transmissão de energia. No entanto, particularidades específicas para cada instalação industrial podem restringir e até mesmo impedir o uso de determinadas tecnologias ou produtos. Medições de temperatura erradas ou imprecisas podem ter consequências muito custosas e, eventualmente, trágicas no setor elétrico. Tais falhas costumam ocorrer por alterações nos sinais de tensão de termopares ou Detectores…