Traição e desenvolvimento. Isso pode, Arnaldo?

Na última coluna, rendíamos nossas homenagens às meninas da famosa Rua General Câmara na nossa querida cidade de Santos (SP), isentando-as de responabilidades e, muito menos, de ser “seus filhos” a turma que se esconde em Brasília e que agora atrasa a nossa vida. Temos pela frente a FIEE, o CINASE, o CBQEE, o COBEE e tantas outras atividades deste nosso setor elétrico e ainda somos obrigados a ler e ouvir notícias sobre os ladrões de gravata.

A novidade do momento é a traição. Indignados, estes senhores sentem-se traídos pelos seus antigos comparsas e, na medida em que, um a um, estes sujeitos são enjaulados pela Polícia Federal, observamos com boa surpresa a economia tentar manter o rumo; apesar deles.

Temas importantes para a nação estão na agenda aguardando definição, mas a turma que compõe o congresso não tem credibilidade e nem isenção para fazer o trabalho de forma digna como mereceria. O que era pra ser uma reforma trabalhista e previdenciária deverá ser, pelo que tudo indica, mais uma troca de gentilezas, mantendo-se as benesses para todos os lados. Enquanto a sociedade organizada e produtiva carece de um campo livre para fazer negócios, tocando a bola e desenvolvendo o país, estes senhores buscam pelos seus objetivos lançando a bola aos seus pares em clara posição de impedimento, como o moleque da mala dos 500 mil correndo pela Rua Pamplona como o fazem os touros loucos na cidade de mesmo nome. Levanta a bandeira professor! Apita aí seu juiz! Impedido! Não! Foi penalty! O duro foi o presidente do time dizer que “a caravana passa”, esquecendo-se, contudo, de dizer o mais importante da história: “que os cães ladram”.

E assim segue o jogo e, a cada lance, uma nova cena. É fundamental e parece claro que o time da sociedade organizada se mantenha em campo avaliando cada movimentação e novas estratégias dos adversários, até que o cartão vermelho seja finalmente mostrado pra estes caras e que possamos jogar o nosso jogo: aquele que merecemos e para o qual fomos treinados!

Atualizado em 7 de junho de 2021 por

Política de Privacidade
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.
O Setor Elétrico